UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Lascia Ch'io Pianga


...para não morrer de morrer...
morro*de*viver
Morro à Vida
Morramos!





Lascia ch'io pianga
mia cruda sorte,
e che sospiri
la libertà.
Il duolo infranga
queste ritorte
de' miei martiri
sol per pietà!






Um comentário:

  1. Para não morrer de morrer, morro de viver!
    Morro à Vida!
    Morramos!

    ResponderExcluir