UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

domingo, 15 de maio de 2011

isso que é um desvio do pensamento cambiante de pensamentos que se desviam o tempo inteiro...


 isso que pensei 
  desviando o meu  pensamento 
no início de  uma manhã de domingo
ao ler o "post" da artista viviani fujiwara
no "egrégio" mundo virtual



Viviani Fujiwara
Desde pequeno, via o Tarzan andar pelado, Cinderela chegava meia noite, Pinochio mentia, Aladim era ladrão, Batman dirigia a 320 km/h, Bela Adormecida era uma preguiçosa, Branca de Neve morava c/ sete homens, Popeye fumava grama e era tatuado e o Pac Man corria em uma sala escura com música eletrônica comendo pílulas que o deixam ligadão!

Agora pedem pra eu me comportar?

TARDE DEMAIS!
 
 
Roberta Aymar
Sempre quis fazer parte daquela tripulação de "lombrados" maravilhosos do submarino Seaview. (O comandante Lee Crane foi um dos primeiros homens [obviamente, da linhagem platônica, ao lado de Professor John Robinson -Lost in Space- e Daniel Boone] da minha vida a arrebatar o meu pequeno coração de órfã aos ?5 ?6 quase 7?  years old). Ahhhhhhhhhhhh... se l...á eu estivesse... o fundo do mar teria sido muito muito muito mais fundo e a viagem... hummmmmmmmmmmmmmmmm., deveras mais interessante. Kowalsky saberia de fato o que é uma "criatura estranha das profundezas".



Comandante Lee Crane
Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh... My Beloved, My Sweet Love...
Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhh, My Lord... I LOVE YOU!








Nenhum comentário:

Postar um comentário