UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

sábado, 5 de março de 2011

Das Máscaras & Das Verdades Humanas



Dos Rostos * Das Máscaras

"Tenho a Arte para não morrer da Verdade"
(Friedrich Nietzsche)




● antes ●
● de me tornar isso q me perde ●
● diante das aguas tento dizer ●
● o segredo ● e me calo ●

(Por Alberto Lins Caldas)



*Arquetípica*&*Mascarada*Mente*


A Face da Verdade




















*Entre o rosto e a máscara...
Talvez, a verdade*





Quem é Você? Quem sou Eu?


"- Quem é você?
- Adivinha se gosta de mim!
Hoje os dois mascarados
Procuram os seus namorados
Perguntando assim:
- Quem é você, diga logo...
- Que eu quero saber o seu jogo...
- Que eu quero morrer no seu bloco...
- Que eu quero me arder no seu fogo..."







Apolínea*&*Mascaradamente: 
Porque nem tudo quer-se Alegria!












*Introspectiva*&*Mascarada*Mente*











*Solitária*&*Mascarada*Mente*

















*Acompanhada*&*Mascara*Mente*
*Verdades Compartilhadas*
























*Mascarada*&*Multifacetada*Mente*













*Mascarada*&*Solipsista*Mente*
Na multidão, o Só se basta!



*Mascarada*&*Disfarçada*Mente*
A Arte de James Ensor

Perdendo-se para se achar na multidão...









*Histórica*&*Mascada*Mente*
Pelo Bem ou Pelo Mal








*A Noite dos Mascarados*






Noite dos Mascarados

(Composição: Chico Buarque)

- Quem é você?
- Adivinha se gosta de mim!
Hoje os dois mascarados
Procuram os seus namorados
Perguntando assim:
- Quem é você, diga logo...
- Que eu quero saber o seu jogo...
- Que eu quero morrer no seu bloco...
- Que eu quero me arder no seu fogo.
- Eu sou seresteiro, poeta e cantor.
- O meu tempo inteiro, só zombo do amor.
- Eu tenho um pandeiro.
- Só quero um violão!
- Eu nado em dinheiro.
- Não tenho um tostão... Fui porta-estandarte, não sei mais dançar...
- Eu, modéstia à parte, nasci prá sambar.
- Eu sou tão menina...
- Meu tempo passou...
- Eu sou Colombina!
- Eu sou Pierrô!
Mas é Carnaval! Não me diga mais quem é você!
Amanhã tudo volta ao normal.
Deixa a festa acabar, deixa o barco correr,
Deixa o dia raiar que hoje eu sou
Da maneira que você me quer.
O que você pedir eu lhe dou,
Seja você quem for, seja o que Deus quiser!
Seja você quem for, seja o que Deus quiser!






La Nuit Des Masques

(Composição: Chico Buarque)

Qui êtes-vous?
Si tu m'aimes, tu dois deviner
Aujourd'hui tous les deux on se cache
Derrière nos masques
Pour se demander:
Qui êtes-vous? Dites vite!
Dis-moi à quel jeu tu m'invites
Je voudrais me fondre à ta suite
Je voudrais qu'on prenne la fuite
Moi, je vagabonde, poéte et chanteur
J'ai perdu la ronde qui mène au bonheur
Moi, je cours les routes
Je reste chez moi
L'amour me déroute
Je n'y croyais pas...
Moi, dans la fanfare
Je porte un drapeau
Modèstie à part, je joue bien du pipeau
Je suis si fragile
J'ai dix ans de trop
Je suis Colombine
Je suis Pierrot
Mais c'est Carnaval et qu'importe aujourd'hui qui tu es
Demain tout redeviendra normal
Demain tout va finir
Laissons le temps courir
Laisse au jour sa lumière
Aujourd'hui je suis ce que tu attends de moi
Si tu veux laissons faire, on verra
Peut-être que demain on se retrouvera
Peut-être que demain on se reconnaîtra...







***




Roberta Aymar
O Rosto... A Máscara




Nenhum comentário:

Postar um comentário