UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Mário Quintana




Mário de Miranda Quintana


Ma(R)io... 5ª'na... 
 M'Ar e Rio no nome, 
sexta
sábado 
domingo 
segunda 
terça 
quarta
...
Porque  
Quinta'na
não
é todo 
dia
Mas
é
Poesia
!

Roberta A y M'Ar



Mário de Miranda Quintana



"Na mesma pedra se encontram,
Conforme o povo traduz,
Quando se nasce - uma estrela,
Quando se morre - uma cruz.
Mas quantos que aqui repousam
Hão de emendar-nos assim:
"Ponham-me a cruz no princípio...
E a luz da estrela no fim!
"

M'A(R)io Quinta*na
1906-1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário