UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Dia do Exército



19 de Abril






Requiem a Um Soldado Morto



Entre o verde dos teus olhos
e o verde dos herdados meus -
o oliva d'outro verde 
na triste lembrança
do pano-pele amalgamado 
pelo sangue quente 
escorrido do que fora 
ver*d*(e)spera'nça...

Salve o Exército Brasileiro
Salve o Soldado Morto
Salve a(s) Menina(s) Órfã(s)
Salve a Vontade de Nunca Esquecer!

A Roberto Aymar, Andréa Aymar, Roberta Aymar e 
A todoas as crianças órfãs filhas 
de militares mortos em trabalho.







Um comentário:

  1. "Entre o verde dos teus olhos
    e o verde dos herdados meus..."
    Entre um e outro verde que permaneça o verde da esperança, o verde da relva que cresce iluminada pelo Sol, o verde das belas penas de um papagaio cantando livre na floresta...o verde da vida...

    ResponderExcluir