UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Horus



Modos de Ver 

Pelo olho do Mito: Hórus














Hórus

"Deus egípcio de cabeça de falcão. Filho de Osíris e de Ísis, muitas vezes representado por um olho, O Olho de Hórus, ou por um disco solar com asas de gavião. Simboliza a implacável acuidade do olhar justiceiro, ao qual nada escapa, da vida íntima ou da vida pública.
Hórus vela pela estrita execução dos ritos e das leis. Seu combate lendário com Set, o maligno cujas partes ele decepou, mas que lhe vazou um olho, ilustra a luta da luz contra as trevas e a necessidade da vigilância, isto é, de ter o olho aberto na busca da eternidade através das emboscadas dos inimigos e através do erro. Na longa história do Egito, o personagem de Hórus muito evoluiu, por certo: deus celeste, divindade faraônica, soberano que luta pelo império do mundo. Mas sempre combatendo, para salvaguardar um equilíbrio entre forças adversas e para fazer vitoriosas as forças da luz."

Fonte: CHEVALIER, Jean & GHEERBRANT, Alain. Dicionário de Símbolos. 23ed, Rio de Janeiro: José Olympio, 2009.







Nenhum comentário:

Postar um comentário