UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

A BOCA, eis a grande morada humana... a boca!

 
Eis, a grande morada humana...
A Boca!
O resto?
O Silêncio que se anuncia à véspera do depois de tudo.
Camerieri.... Champagne!
Rh + ou - 
[tanto faz]
O prazer é sempre o mesmo!
Tim, Tim!
 *Roberta Aymar*










Nenhum comentário:

Postar um comentário