UNS VÃO À PRAIA. EU VOU AO MAR. PORQUE SOU DO MAR... O MAR, AOS QUE SÃO DO MAR: ODOYÁ! ODOYÁ!
Aquários de tubarões não inundam os meus pés. Só quero o vômito da minha própria vazante. Porque, sou Roberta Aymar...
TECIDO VIVO!

sábado, 27 de novembro de 2010

Rain... Regendo corpos que chovem!!!

Doe Sangue

Doe Sangue



Os requisitos básicos para ser doador são os seguintes:

1.   Apresentar um documento de identificação oficial e original com foto;
2.   Estar bem de saúde;
3.   Ter de 18 a 65 anos;
4.   Pesar mais de 50 kg;
5.   Não estar grávida ou amamentando;
6.   Ter tido uma boa noite de sono;
7.   Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedem a doação;
8.   Não estar em jejum, mas também não ingerir alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação;
9.  É importante hidratar-se antes de doar sangue.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Capitular - Ato Confessional I



Capitular – Ato Confessional I

Capitular... Não, não me refiro àquela letra bonita que inicia os capítulos de códices medievais como iluminuras, estetizando e sacralizando mistérios.

Falo de algo mais misteriosamente humano, de outro tipo de início ou iniciação - o ato de render-se, entregar-se, render-se a si mesmo...

Render-se à supremacia dos sentimentos sobre a razão das coisas contraindicadas, aos caprichos da vontade crua.

Falo de entregar-se, sem censura, a si mesmo: a maior das rendições.
Capitular não é simplesmente render-se ao Outro diante da batalha perdida ou da ameaça iminente entregando a cabeça como prêmio ao vencedor.

Capitular é, antes de tudo, render-se à parte mais forte de cada um de nós mesmos dentro do nosso todo...

É se deixar vendar e conduzir pela parte de si que, a esmo, leva aos labirintos da escuridão da noite ou à vastidão das estepes áridas.

É ficar na ponta de pé no único grão de areia que separa a terra firme do instante único em que se salta no abismo do cânion, do grão de areia que divide o cume da montanha escarpada com o tudo e o nada do espaço cheio de vazios do ar.

Capitular(-se) é andar em lenha pegando fogo.
E, ao contrário, da rendição óbvia ao vencedor, que constrange e envergonha, pela ausência de futuros, capitular(-se) requer a sabedoria de se perder com rumo e hora certa...

Capitular(-se) é o mesmo que aquecer o sangue coalhado na veia com o frio do gelo e depois bebê-lo nas entranhas para não morrer de inanição de si mesmo.

Assim, capitulo-me! Subscrevo-me.
E confesso-me a mim mesma que me entrego.

Roberta Aymar.

Recife, 02 de novembro de 2010.

Nós Que Aqui Estamos, Por Vós Esperamos - PARTE 8 (FINAL)

Nós Que Aqui Estamos, Por Vós Esperamos - PARTE 1

Mozart's Requiem - Lacrimosa (lyrics & translation)

Kuarup em Homenagem a Orlando Vilas Bôas

KUARUP (The Lost Soul Will Return) - Globo TV International (2010)

La Muerte





Catrinas





El Dia de Los Muertos













Catrinas










Las Catrinas - México